O futuro do marketing digital: pare de enriquecer o Zuckerberg e comece a investir na sua empresa

por VidMonsters

Muito se especula sobre o futuro do marketing digital.

Ele irá ser dominado por robôs, as pessoas irão ganhar dinheiro dormindo e os vídeos vão dominar o tráfego inteiro da internet.

A verdade é que esse futuro já chegou. Os bots já estão dominando blogs, sites e redes sociais. Os vídeos já correspondem há mais de 60% das buscas na internet e o Youtube é o segundo buscador mais acessado do mundo.

Até a conta bancária de alguns visionários já está ultrapassando os seis dígitos porque souberam unir esse fatores com bons produtos e serviços.

Nesse cenário as empresas também não ficam para trás. Elas já entenderam que não adianta mais ter um site apenas para colocar o endereço no cartão de visitas.

O comportamento do consumidor mudou com o poder da informação, literalmente, na palma de suas mãos.

E o marketing digital, especialmente o de conteúdo, se tornou estratégia indispensável de sobrevivência.

Conteúdo orgânico versus conteúdo pago

Outro fator de mudança que estremeceu o futuro do marketing digital foi a sucessão de reduções no alcance de conteúdos orgânicos nas redes sociais nos últimos anos.

O conteúdo orgânico é aquele que, dentro ou fora do Google, não precisar ser pago pelas empresas para que as pessoas visualizem.

No Google, os conteúdos orgânicos são todas as páginas que se posicionam abaixo dos anúncios do Adwords. Já nas redes sociais, são aqueles que não tem sinalização de publicidade.

Já o conteúdo pago, exige investimento para ser exibido em grande alcance e larga escala. Há a possibilidade de investir no Google Adwords, Instagram, Facebook, Youtube. As opções são ilimitadas.

O impulsionamento pago de um conteúdo sempre foi a opção da maioria das empresas.

Apesar da desvantagem em relação ao alto custo, o retorno quase imediato do investimento – ainda que com um CAC maior – sustenta a ansiedade daqueles que não tem paciência para apostar em estratégias de longo prazo e contam com a sorte de ficar a mercê de Mark Zuckerberg.

Mas se é tão caro e imprevisível, porque as empresas ainda não estão apostando no orgânico?

Apesar de ser uma estratégia de menor custo e que, a longo prazo, entrega um CAC menor e gera previsibilidade, exige muito conhecimento em boas práticas de SEO e no comportamento do consumidor no ambiente digital.

O grande problema nesse cenário é que o jogo virou.

Com a recente notícia sobre a redução para quase zero no alcance das publicações orgânicas do Facebook, mais empresas precisaram investir em publicidade, mais disputado o ambiente ficará e, pior, cada vez mais caro. Como já acontece com o Adwords, por exemplo.

A solução? Agir com paciência e começar a olhar para dentro de casa, construindo sua própria audiência e não enriquecendo (ainda mais) nosso amigo Mark.

O caminho mais seguro a partir de agora é começar a aceitar que o marketing de interrupção está com seus dias contados e os clientes buscam e exigem informação de qualidade antes de gastar.

O futuro do marketing digital: como caminhar daqui pra frente

Se preparar para as mudanças no futuro do marketing digital é essencial para não ficar para trás no mercado.

Ainda há tempo para investir nos próprios canais de comunicação da sua empresa.

Portanto não deixe de criá-los o quanto antes.

Confira algumas tendências que se encaixam no futuro do marketing digital:

 

Sites e blogs

Cada vez mais utilizado pelos profissionais de marketing, os blogs são essenciais para o alcance orgânico das primeiras posições do Google. Além de serem excelentes aliados na produção de conteúdo e na disputa do ranking de pesquisa orgânica.

É fundamental um estudo técnico de SEO, principalmente na construção do conteúdo. Já é notável hoje que até os vídeos são fundamentais na otimização de sites e rankeamento nas pesquisas.

Isso não tira a importância dos sites tradicionais, que podem ser utilizados junto com o blog. Apesar de mais estáticos, os sites dão autoridade à marca. Além de comprovar a seriedade de quem escreve o conteúdo do blog.

 

Redes sociais

Apesar do conteúdo pago dentro das redes sociais não estar em seus melhores dias, ainda é possível ter um bom alcance orgânico dentro dessas plataformas.

Aposte em conteúdos que geram engajamento e informação de qualidade e veja suas produções ganharem cada vez mais likes e muitos compartilhamentos. Alcançando cada vez mais pessoas e trazendo muita relevância e autoridade para sua marca.

Os vídeos por exemplo, são um dos reis do engajamento dentro do Facebook. De acordo com pesquisa, dentro da plataforma as produções audiovisuais têm o alcance 135% maior que uma publicação com fotos, além de ser considerada 8.4x mais impactante quando publicada no Facebook.

Vídeos

 

De ferramenta para SEO até conteúdo essencial para a conversão de vendas. Os vídeos estão diretamente conectados com o futuro do marketing digital.

Nas pesquisas orgânicas, nas redes sociais e nos blogs em geral, a importância do vídeo marketing é clara.

Além de extremamente atraentes, as produções audiovisuais apresentam um conteúdo muito mais compacto e completo para o público. Não é atoa que os usuários preferem 4 vezes mais assistir um conteúdo em vídeo do que ler sobre ele.

Hoje é possível ver que até os canais no YouTube fazem parte do futuro do marketing digital. As marcas já mantém canais de sucesso dentro da plataforma, criando uma relação ainda mais próxima com seus clientes.

O mais interessante dessa ferramenta é que os vídeos são, em boa parte, atemporais. Isso permite que eles criem engajamento por longos períodos de tempo.

Isso sem contar que não é um conteúdo difícil de produzir. Um bom roteiro é suficiente para puxar a atenção do espectador. Basta apenas tomar cuidado com a qualidade de gravação de edição, mas isso já é possível até pelo celular.

 

Conclusão

Com um conteúdo pago inviável, principalmente nas redes sociais, o futuro do marketing digital se apoiou no ambiente das pesquisas orgânicas.

Apesar de um processo mais lento de alcance, ter um ambiente próprio da empresa é fundamental para o controle da audiência. E isso é a chave para entrar nessa nova realidade do mercado e ter previsibilidade de negócio.

A queda de qualidade dos serviços pagos e aumento do seu valor geral, fez com que estratégias de marketing focadas nos blogs e na produção de vídeos se tornassem práticas essenciais para o futuro das marcas.

 

Esse conteúdo foi produzido pela equipe de marketing da Vidmonsters. Se você quiser conhecer mais sobre a importância do vídeo no futuro do marketing, clique aqui e acesse blog da VidMonsters.

Leave a Reply