A “fase startup” é sobre descobrir o que funciona e o que não funciona. Já a “fase empresa” é sobre replicar o que funcionou. As métricas  para startups ajudam os fundadores a identificar o que está funcionando e o que não está e é impossível atingir excelentes resultados se você não medir. Afinal, como você poderia qualificar se o resultado foi bom ou ruim, correto?

Mas neste post não explicaremos sobre a sua importância, e sim daremos algumas dicas. Para isso convidamos o nosso mentor Diego Wagner, CEO da Meetime, para falar um pouco sobre métricas para startups.

Assista ao vídeo abaixo (4:58):

Assuntos abordados sobre métricas para startups:
1. OMTM – One Metric That Matters: foco em uma métrica

O OMTM como o próprio nome diz é um conceito o qual a startup define e foca em apenas uma única métrica em cada fase de maturidade. Uma startup está em constante mudança, logo nada é estático.

A startup pode passar por 4 fases:

  1. Product Market Fit – métricas de uso. Exemplo: crescimento de usuários ativos mensalmente;
  2. Estratégia de Crescimento – métrica de aquisição. Exemplo: número de novos leads qualificados.
  3. Métricas – métrica de cancelamento. Exemplo: churn;
  4. Escala – métrica financeira. Exemplo: faturamento.
Métricas para startups

Fonte: https://meetime.com.br/blog/gestao-empresarial/omtm-one-metric-that-matters/

 

Mais informações:

2. North Star Metric

Segundo Sean Ellis em seu artigo, a North Star Metric é a única métrica que melhor define o  valor central que o seu produto oferece aos seus clientes. Ela norteia o seu negócio e suas ações em todas as áreas da empresa. E focar nessa métrica impulsionará o crescimento sustentável da sua base de clientes.

Alguns exemplos de North Star Metric:

  • AirBnB: número de diária reservadas;
  • Medium: total de horas de leitura;
  • Quora: número de perguntas respondidas;
  • Intercom: número de interação dos clientes;
  • Facebook:  número de usuários ativos mensalmente.

Mais informações:

E você? Já definiu a sua métrica? 

 

Join the discussion 2 Comments

Leave a Reply to Bruno H N Costa Cancel Reply