A Darwin Startups é people first porque acelera pessoas

programa-aceleracao-people-first-batc-10

Muita gente acha no mínimo inusitado o fato de termos apoio psicológico para os empreendedores e empreendedoras que passam pela Darwin Startups. Isso me lembra quando participei de um curso nos Estados Unidos com outras aceleradoras de diferentes lugares do mundo. Em uma determinada aula foi pedido para que a gente dissesse qual era o nosso superpoder, algo que cada um considera único na sua aceleradora; prontamente respondi que o da Darwin era o acompanhamento psicológico. 

Muitos ficaram surpresos com a minha resposta e ouvi alguns burburinhos, mas a aula seguiu normalmente. No final do curso, ao serem perguntados quais as melhorias que todos ali fariam em suas aceleradoras após as trocas realizadas, todos falaram que contratariam um psicólogo.

Esse fato é interessante porque, mesmo já tendo em mente isso desde a primeira turma de aceleração na Darwin, isso me ajudou a ter certeza de que estava no caminho certo. 

Incorporar o people firstdesde o início foi uma das melhores decisões que tivemos. Essa filosofia de trabalho, como o nome já ajuda a entender, tem como ideia principal colocar as pessoas em primeiro lugar. Elas estão, sempre, no topo. E aqui eu quero que fique claro que não são os clientes, mas todas as pessoas que fazem parte do ecossistema de uma empresa. Os sócios, funcionários, parceiros e toda a comunidade que compõe um negócio. Levar esse método como algo primordial nos ajuda a tornar a relação de todos os processos muito mais humana e isso gera valor para as partes interessadas. A gestão fica mais consciente e tem o apreço pelo ser humano e suas individualidades. 

Afinal, as pessoas são a base de todos os negócios. Eu sempre quero conhecer a pessoa por trás do negócio, se está claro para ela onde é que sua empresa está e onde ela quer chegar, além de saber como a Darwin pode acelerar esse processo. 

O trabalho dos nossos psicólogos envolve muito mais do que apenas ouvir os desafios encontrados nas negociações e no dia a dia das startups. Eles estão ali para que cada um dos empreendedores tenha suporte para se conhecer melhor, para compartilhar os problemas do dia a dia e encontrar as melhores maneiras de lidar com tudo isso. 

Sempre converso com os psicólogos da Darwin para entender ainda mais da importância desse processo. Eles sempre citam os diversos benefícios de se ter um acompanhamento psicológico, mas aqui eu colocarei três que considero fundamentais para nossa vida:

  1. Autoconhecimento – é ele quem nos faz ter insights sobre nós mesmos. Exercitar isso nos faz conhecer nossas qualidades, defeitos, medos, inseguranças, desejos e forças. Com isso, a gente consegue trabalhar também a administração dos negócios com maior inteligência. 
  2. Inteligência emocional – é a capacidade de avaliar os sentimentos de maneira não emocional. Isso significa que nas tomadas de decisões nós temos um melhor controle das nossas emoções a ponto de não deixar que elas nos dominem. Dessa forma, sabemos como e quando utilizá-las para tirar melhor proveito das situações. 
  3. Capital psicológico – que é um estado psicológico positivo de desenvolvimento caracterizado por um conjunto de recursos (autoeficácia, otimismo, esperança e resiliência) que podem ser desenvolvidos nas pessoas para ajudá-las a enfrentar situações difíceis, mantendo-as motivadas, focadas e satisfeitas.

Penso que esses três processos são peças de uma engrenagem muito maior do ser humano, mas que, se forem bem executados, todo o resto da máquina humana – e consequentemente as startups lideradas por essas pessoas – funcionará bem e em sintonia. 

A Darwin é, acima de tudo, feita por pessoas. E são pessoas que acreditam no valor e no potencial de outras pessoas. Existimos para acelerar os sonhos delas e, além disso, para ajudar na evolução delas como pessoas. Na Darwin Startups, as pessoas sempre vêm em primeiro lugar. 

Autor: Marcos Mueller

CEO Darwin Startups

Leave a Reply